Notícias

COMUNICADO AO MERCADO

Porto Alegre, 27 de janeiro de 2017.

Em atenção ao Ofício BMF&Bovespa nº 71/2017-SAE recebido pelo Banco do Estado do Rio Grande do Sul ("Banrisul") em 26 de janeiro de 2017 (transcrição abaixo), solicitando informações referentes a oscilações registradas com as ações de emissão do Banco, o número de negócios e quantidade negociada de ações durante o dia de 26 de janeiro de 2017, e questionando acerca de fato de conhecimento da Companhia que pudesse justificar a movimentação atípica de ações, o Banrisul esclarece que:

1. Iniciadas as negociações, desde o início do dia a Administração do Banrisul acompanhou o movimento da ação BRSR6, constatando efetivamente forte negociação atípica ao longo do dia e elevada valorização. A Administração informa que não identificou nenhuma informação que tivesse partido do Banco ou mesmo de seu controlador, o Estado do Rio Grande do Sul, que justificasse tal movimentação;

2. Pelo que apuramos, a movimentação atípica se deu a partir da matéria publicada pelo jornal Valor Econômico que, em seu artigo de capa e em versão eletrônica, colocou a privatização do Banrisul como condição para ajuda do Governo Federal ao Estado do Rio Grande do Sul. A publicação foi referida ao longo do dia nos diversos questionamentos que recebemos por parte de investidores, analistas, agências de rating e órgãos de imprensa, o que nos permite concluir ser o jornal a origem e base da movimentação. A matéria referida está disponível no caminho http://www.valor.com.br/brasil/4848076/venda-de-banco-vai-definir-socorro-ao-rs.

Com a certeza de ter prestado as explicações solicitadas, o Banrisul coloca-se à disposição para qualquer esclarecimento adicional que venha a ser necessário.

Para acessar o documento completo, por favor clique aqui.

Banrisul S.A.

Ricardo Richiniti Hingel
Diretor Financeiro e de Relações com Investidores
Telefone: +55 (51) 3215-3232
E-mail: ri@banrisul-ri.com.br
Website: www.banrisul.com.br/ri